change language
usted está en: home - selecciÓn de prensa newslettercómo contactarnoslink

Ayuda a la Comunidad

  
26 Noviembre 2010

Benvinda Levi deplora duplos registos:

Assinado acordo com a Comunidade de Sant’Egídio

 
versión para imprimir
A ministra da Justiça, Benvinda Levi, está preocupada com as situações de duplos registos de crianças originadas por vários motivos no sistema nacional de registo civil, como o caso da recuperação de documentos de identificação. Levi entende que os duplos registos de crianças abrem espaço para a ocorrência de várias violações dos direitos das crianças.
 
Falando à imprensa após a assinatura de um memorando de entendimento com a Comunidade de Sant’Egidio, esta semana, em Maputo, com vista à implementação do Programa BRAVO, a ministra Benvinda Levi destacou que o registo civil é indispensável, pois, não sendo efectuado, coloca a criança numa situação de vulnerabilidade.
            Mesmo assim, há que ter em conta, segundo a ministra, que o duplo registo também remete a criança para uma situação de vulnerabilidade.
            Numa situação em que as crianças não se encontram registadas, elas ficam vulneráveis à violação sexual, ao tráfico e a exploração laboral.
 
BRAVO
            O Programa BRAVO, ou simplesmente Birth Registration for All Versus Oblivion, o mesmo que “registo à nascença de todos contra o esquecimento”, prevê a promoção de acções de registo de crianças em todo o país.
            A iniciativa, segundo a ministra, vai garantir o registo civil de crianças, considerando que cerca de 50 por cento das crianças que nascem em todo o país não possuem registo.
            O Programa Bravo visa satisfazer o direito ao registo civil logo à nascença, um direito constitucionalmente consagrado.
            Com base no projecto, um sistema de inscrição no registo civil, acções de sensibilização de pais e filhos sobre a necessidade dos registos e a pertinência com o sector dos registos e notariado irão acontecer nos próximos tempos em várias partes do território nacional.
            No âmbito do memorando, é responsabilidade do Ministério da Justiça disponibilizar à Comunidade de Sant’Egidio a colaboração necessária a nível nacional, provincial e distrital para a realização das suas actividades.
            Para a ministra Benvinda Levi, o memorando vai impulsionar os esforços do governo no que se refere ao registo de todos os cidadãos no país, atingindo os pontos mais recônditos.
            É nestes locais onde, por vários motivos, os serviços públicos de registo de nascimento chegam com algumas dificuldades.
            Levi salientou que o registo civil permite ao cidadão ter acesso aos seus direitos e serviços do Estado.
            Por seu turno, Andrea Riccardi, da Comunidade de Sant’Egidio, anotou que a cooperação entre as duas instituições é importante para a garantia dos direitos humanos.
            As pessoas que não estão registadas não podem beneficiar dos seus direitos básicos tais como o acesso a serviços de educação, saúde, casamento, voto, entre outros.
            De acordo com dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o número de crianças não registadas ao nascerem aumentos de 48 milhões em 2003 para 51 milhões em 2007 nos países em vias de desenvolvimento.
            De referir que a cooperação entre Moçambique e a Comunidade de Sant’Egidio vem desde a década oitenta, tendo a Sant’Egidio sido mediadora no processo de paz, cujo acordo foi assinado a 4 de Outubro de 1992.

 LEA TAMBIÉN
• NOTICIAS
22 Diciembre 2017
NAKURU, KENIA

En ciertas partes del mundo el agua es el mejor regalo de Navidad: un depósito para los detenidos de Nakuru (Kenia)

IT | ES | DE | FR | PT | CA | NL
21 Noviembre 2017
MOZAMBIQUE

En Mozambique ya se han inscrito 100 mil niños en el registro civil gracias a BRAVO!

IT | ES | DE | PT | NL | RU
15 Noviembre 2017
MAPUTO, MOZAMBIQUE

En Maputo se celebró una conferencia con monseñor Matteo Zuppi para celebrar los 25 años de paz en Mozambique mirando al futuro

IT | ES | DE | PT
23 Octubre 2017
BEIRA, MOZAMBIQUE

Dar de comer a los ancianos en Mozambique: distribución de ayuda alimentaria a los más pobres de la ciudad de Beira

IT | ES | DE | FR | PT | RU | ID
17 Octubre 2017
LOME, TOGO

Telemedicina para los niños de la calle y los ancianos en Togo: ciencia y solidaridad se alían

IT | ES | FR
4 Octubre 2017

25 años de paz en Mozambique: historia de un país que sale de la guerra y de la pobreza

IT | EN | ES | DE | PT | ID
todas las noticias
• LIBERACIÓN
24 Febrero 2018
Avvenire

A spasso per Milano aiutando l'Africa

19 Febrero 2018
FarodiRoma

I 50 anni di Sant’Egidio. Intervista a Chiara Turrini, impegnata in Mozambico

10 Febrero 2018
SIR

50° Sant’Egidio: Gentiloni (presidente del Consiglio), “dalla condizione dei più deboli si misura il benessere autentico di una società”

24 Enero 2018
Avvenire

Sviluppo. Alfano: «La Cooperazione è tornata al centro dell'agenda politica»

19 Enero 2018
Famiglia Cristiana

Europa e Africa, un destino comune

8 Enero 2018
OnuItalia

Alfano chiude missione in Africa al centro ‘Dream’ di Conakry (sant’Egidio)

todos los comunicados de prensa
• NO PENA DE MUERTE
31 Octubre 2014

Inaugurata a Bukavu la campagna "Città per la vita"

12 Octubre 2014
All Africa

Africa: How the Death Penalty Is Slowly Weakening Its Grip On Africa

20 Septiembre 2014
AFP

In Ciad rischio criminalizzazione gay, ma abolizione pena morte

20 Septiembre 2014

Ciad: il nuovo codice penale prevede l'abolizione della pena di morte

ir a ninguna pena de muerte
• DOCUMENTOS

Comunicado de prensa contra los linchamientos en Mali

todos los documentos

FOTOS

199 visitas

185 visitas

170 visitas

191 visitas

214 visitas
todos los medios de comunicación afines